quarta-feira, novembro 08, 2006

Sinfonia do Silêncio

Queria tocar-te como se fosses um piano
Passear as minhas mãos no teu corpo
Sentir-te um arrepio
E fazer música dos teus gemidos
Compor-te em sinfonia perfeita
Conduzir-te em orquestra
Num ritmo triunfal.
Em sintonia com a beleza
Correr no tempo e no espaço
Num ritmo triunfal.
E fez-se a sinfonia do silêncio

1 Comments:

Blogger Poliedro said...

Trata-se de uma narrativa poética doce, terna e carinhosa. Quando assim é, fico sem palavras!!!
Gostei!
Saudações.

10:47 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home